Padre Clayton celebra 25 anos de sacerdócio com missa em Lavras

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Lavras, vai se unir em festa para celebrar os 25 anos de Ordenação Sacerdotal do pároco, Padre Clayton Nogueira. A celebração vai acontecer no dia 30 de janeiro, terça-feira, às 19 horas, e vai contar a presença do Bispo Diocesano de São João del-Rei, Dom José Eudes Campos do Nascimento.

Padre Clayton Nogueira é natural do Distrito da Capela de Nossa Senhora do Carmo de Brasilinha, pertencente ao município de Madre de Deus de Minas. Nascido dia 19 de fevereiro de 1972, ele é o segundo de quatro filhos do casal Jair Nogueira e Ilma das Graças Nogueira, onde cresceu e se tornou uma pessoa engajada na Igreja católica e no seio da família.

Aos 19 anos, ingressou no seminário Diocesano de São Tiago, na Diocese de São João del-Rei, instalado na cidade de Juiz de Fora. No Instituto Teológico Santo Antônio (ITASA), formou em Filosofia e teologia. A formação acadêmica possibilitou-o a ser Bacharel em Filosofia pela UFJF, Teologia pelo ITASA e Bacharel em Psicologia pela UNILAVRAS. Foi ordenado Diácono dia 15 de agosto de 1998, na Paróquia de Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação, em Andrelândia/MG, e no dia  30 de Janeiro de 1999 foi ordenado Sacerdote na sua Paróquia de origem, Nossa Senhora Mãe de Deus.

“A recém criada Paróquia de São Sebastião, da cidade de Ingaí, foi minha primeira experiência como presbítero. Lá foram vividos os 4 primeiros anos do meu sacerdócio. Nutro por está cidade e o Monsenho Waldyr Mancinni, uma gratidão eterna por ter confiado em mim o pastoreio dos primeiro anos de meu sacerdócio, assumindo está paróquia no dia 28 de fevereiro de 1999”, recorda o sacerdote aniversariante.

Em 13 de Maio de 2003 foi criada a paróquia de Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Lavras, tendo Padre Clayton como o primeiro Pároco. “Assumindo todos os desafios que exige uma recém paróquia em meio urbano. Lá dediquei 16 anos do meu sacerdócio, na região Leste de Lavras. Presidindo as celebrações dos sacramentos, zelando pela formação pastoral, estruturação física e econômica da Recém criada paróquia. Estes anos garantiram o crescimento desta paróquia na participação do povo de Deus, na formação de muitas lideranças e obras feitas: A construção da casa Paroquial e Matriz Nossa Senhora de Fátima; término da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe; e da construção da Igreja Nossa Senhora das Graças (Zona rural dos Taboes); além da a ampliação do Salão Paroquial e construção da Igreja da Sagrada Família. Foi um tempo rico de evangelização, participação e missão. Louvo e agradeço a Deus por todos os feitos e os filhos espirituais que ele me concedeu neste tempo a frente desta paróquia”, pontua.

Em 2019 surge ao sacerdote a proposta de um novo trabalho a ser feito na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, também na cidade de Lavras. “A convite do Bispo Diocesano, Dom  José Eudes, aceito o encargo de assumir esta paróquia na região oeste de Lavras. Realidade desafiadora, rica em lideranças, extensa em números de comunidades/igrejas. Vivendo um tempo único de Pandemia do COVID 19. Ao chegar nesta paróquia, perguntava ao Senhor Deus sobre o que Ele queria de mim e a resposta veio na realidade dura, desafiadora e vulnerável desta região da cidade. Era preciso olhar mais entorno da Igreja do que simplesmente construir Igrejas. A solidariedade paroquial, os trabalhos pastorais, as realidades de cada comunidade, levou-me a pensar em uma ‘paróquia em saída’. E a organização da Pastoral social, tornou-se o carro chefe desta paróquia. Hoje tenho a Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Lavras, como a pupila de meus olhos. Sonhos, projetos e alegria em servir as 16 comunidades, é o combustível que me faz doar cada vez mais a Deus e a igreja nos anos de minha vida”, destaca Padre Clayton.