Paróquia de Tiradentes lança Circuito Histórico-Religioso e propaga a fé através do turismo

Crédito: Alberto Lopes/Tiradentes Mais

Com menos de 10 mil habitantes, a pequena cidade de Tiradentes é repleta de encantos e se destaca por manter praticamente intacto todo o seu valioso patrimônio histórico. São igrejas, casarões (muitos transformados em museus), calçadas estreitas e diversas outras construções erguidas a partir do início do século 18, quando o Brasil ainda era uma colônia de Portugal.

Além das diversas Igrejas, o Museu da Liturgia se torna uma das atrações imperdíveis para os católicos e para quem é adepto do turismo religioso. Logo em sua entrada estão dispostos pequenos “bancos”, onde é possível sentar e ouvir diferentes salmos bíblicos. No interior, diversos objetos de uso litúrgico e de arte sacra, entre pinturas, esculturas, imagens de santos, ex-votos, objetos em metal e madeira e vestuário, muitos guardados por décadas dentro de sacristias e abandonados ao tempo. Além das peças em exposição, datadas dos séculos 18 ao 20, além de contar, ainda, com um rico material audiovisual.

Para integrar os pontos turísticos e valorizar a fé através da arte a Paróquia Santo Antônio lançou recentemente o Circuito Histórico-Religioso, contendo um bilhete único no valor de R$ 15,00 e que dá direto à visitação da Matriz de Santo Antônio, Igreja de Nossa Senhora do Rosário e ao Museu da Liturgia.

“Este Circuito é forma do visitante/turista vivenciar mais profundamente a tradição da fé católica da cidade de Tiradentes, visitando as igrejas que são belos templos católicos e exemplares únicos da arquitetura colonial, além de completar a experiência conhecendo todos os objetos litúrgicos das igrejas que se encontram no Museu da Liturgia”, pontuou o pároco, padre Alisson André Sacramento em uma publicação nas redes sociais.

O bilhete do Circuito Histórico-Religioso pode ser adquirido nos locais de visitação (Matriz de Santo Antônio | Igreja de Nossa Senhora do Rosário |Museu da Liturgia). O horário de Funcionamento do Museu é de Quinta feira à Sábado das 10h às 17h, e aos domingos das 10h às 14h.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).