Paróquia São Vicente Férrer festeja os 165 anos de criação no dia do padroeiro

A cidade de São Vicente de Minas festejou o padroeiro no último domingo, dia 02, e celebrou ainda os 165 anos de criação da Paróquia dedicada ao santo. A festa teve início no fim de abril com um novenário. Este ano, a programação teve como tema “Com São Vicente Férrer queremos viver, na Paróquia, a fraternidade e a amizade social”.

Segundo o pároco, padre Antão Roberto de Melo, mesmo se totalizando muitas anos de história, a devoção à São Vicente Ferrer ainda carece de uma maior divulgação, seja do seu exemplo de vida, testemunho de fé e modelo de santidade. “Devido a vários fatores na evangelização da comunidade ficou uma lacuna de aprofundamento no conhecimento acerca deste Santo. Houve algumas tentativas por parte de alguns párocos em prol de um avivamento da devoção ao Padroeiro. Percebo que é necessária uma maior investida pastoral para que o povo vivenciano redescubra a trajetória de vida de seu Padroeiro que inclusive inspirou o nome do município”.

Devoto do santo, Adriano Guedes aproveitou o momento para fazer pedidos e colocar sua família nas intenções. “Sou devoto desde pequeno. Ele é um exemplo de vida e perseverança. Mesmo com falhas, soube reconhecer os erros e procurar seguir Cristo. Ele é um grande modelo para mim e toda a minha família”, pontua.

Liturgicamente, o o dia de São Vicente Ferrer é dia 05 de abril. Aqui em São Vicente de Minas é celebrado no dia 02 de maio ocasião de aniversário da criação da Paróquia, dia 02  de 05 de 1856. Neste ano, devido a pandemia, as celebrações tiveram um número reduzido de praticantes, o que não interferiu no brilho da festa.

“Pelo segundo ano consecutivo introduzimos a Novena resgatando uma prática pastoral que tinha somente um tríduo preparatório para os festejos em honra à São Vicente Ferrer. No ano passado a temática das reflexões foi a Vida do Padroeiro, já neste ano, foi o capítulo sexto da Carta Encíclica Fratelli Tutti sobre a fraternidade e a amizade social. Aconteceu um maior envolvimento das comunidades paroquiais mesmo com as restrições do momento em que estamos vivendo”, explica o sacerdote.

A programação festiva contou com algumas missas, sendo uma delas presidida pelo bispo diocesano, Dom José Eudes Campos do Nascimento, e repique de sinos.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).