Paróquias festejam Santo Antônio e realizam a distribuição do “pão bento”

Seja para fazer pedidos ou agradecer a intercessão do santo. Milhares de fiéis foram até as igrejas nesta terça-feira, 13, para homenagear Santo Antônio. De recordação, os devotos puderam levar medalhas e pães abençoados.

Padroeiro de quatro das 43 paróquias da diocese, Santo Antônio é popularmente conhecido como casamenteiro e pai dos pobres. Nascido em Lisboa, Portugal, Fernando de Bulhões era frade agostiniano, tendo mais tarde entrado na ordem Franciscana.

Segundo Padre Elissandro Campos, pároco da Paróquia Santo Antônio e Beata Nhá Chica, o patrono é um grande exemplo de cristão a ser seguido. O sacerdote ainda pontuou a tradição do “pão bento” que representa a fartura para quem consome ou guarda junto com os alimentos.

Ouça:

 

O santo ficou muito conhecido pela sua vida despojada de riquezas, apesar de ter nascido em uma família afluente. O seu trabalho com os pobres foi essencial para que fosse rapidamente reconhecido como santo após sua morte.

A canonização de Santo Antônio aconteceu poucos anos após sua morte, e muitos consideram que terá sido uma das canonizações mais rápidas da história.

Pela Diocese, foram várias as cidades que festejaram o santo. Missas, procissões e diversas homenagens marcaram a data nas cidades de Lagoa Dourada, Tiradentes e Itutinga, além do Distrito do Rio das Mortes.