Paróquias festejam São Sebastião com missas e procissões

A imensa quantidade de brasileiros que carregam o nome Sebastião em seu registro permite imaginar o quanto aquele santo militar romano é admirado e venerado em todo o país. Crianças são batizadas com seu nome, paróquias o têm por padroeiro, igrejas o festejam como Patrono, bairros e cidades também a ele se vinculam. Tudo, na devoção ao santo que é tido como padroeiro dos soldados, arqueiros e atletas, sendo muito invocado no combate às epidemias.

São Sebastião “arrasta” multidões em sua devoção, o que não é diferente na Diocese de São João del-Rei. Regiões como Santa Cruz de Minas, Ingaí, Lavras, Macucu de Minas e São Sebastião da Vitória, festejaram o dia do santo. “Nosso povo tem uma grande devoção à São Sebastião, reconhecendo que ele realmente nos livra da fome, da peste e da guerra. Sua vida é um exemplo para todo cristão. Ele nos mostra seu grande amor pela Igreja, mesmo sofrendo grandes perseguições e provações”, explica Dom José Eudes que participou das festividades em algumas paróquias da região.

Festejado no sábado, dia 20, celebrações de missas e procissões fizeram parte das programações festivas. “Cresci vendo meus pais participando das festas de São Sebastião. Hoje, faço o possível para estar presente, trazer a família e agradecer a intercessão dele. É mais que uma devoção. Tenho como um amiguinho do céu mesmo”, destaca Lourdes Miranda, devota do santo.

“Desde muito novo aprendi a rezar, eu era pequeno e passava por inúmeras dificuldades em minha família. Dormia muitas vezes com o terço nas mãos. Lembro-me muito das festas, pois marcou a minha vida e me fez perceber a grande devoção por esse Santo Guerreiro. São Sebastião, o santo valente e destemido, que tinha a Deus sobre todas as coisas e lutou até onde pôde levando consigo a marca da fé inabalável. São Sebastião me tornou forte, me ajudou a enfrentar e a vencer vários obstáculos em minha vida. O orgulho que tenho em tê-lo como Padroeiro e ser devoto me faz a cada dia querer engrandecer e mostrar a todos como são belas as grandes obras que São Sebastião faz em nossas vidas”, explica o ingaiense, Ronaldo Costa.