Projeto “Horta do Seminário” incentiva uma alimentação saudável além de captar recursos

Lavras agora conta com uma novidade para quem busca por uma alimentação saudável, de qualidade e com um preço justo. É o projeto “Horta do Seminário”, realizada pelos seminaristas dehonianos. A ação, iniciada em março, além de proporcionar uma melhoria de vida dos cidadãos em função dos alimentos saudáveis, também possibilita uma integração junto à comunidade e uma arrecadação de recursos para a instituição religiosa, já que ela se mantém com ajuda de doações.

Toda quarta-feira uma “feirinha” é montada junto à comunidade, com diversos produtos produzidos e cultivados na horta e pomar da instituição. Frutas, hortaliças e outras variedades de quitandas, tudo sem agrotóxico.

Segundo o diretor do Seminário, padre Ademir Joel Pedroso, o projeto vem agregar os trabalhos já realizados e produzir uma nova forma de captar recursos para o custeio do Seminário. “Nós temos a horta há tempos e a utilizamos para o próprio sustento. Como a produção tem sido maior que o necessário, pensamos em comercializar junto da comunidade. É uma iniciativa recente e que tem dado bons resultados. Em tempos de pandemia, quando ficamos mais isolados, esse contato próximo ao povo tem sido muito proveitoso. Percebemos o carinho e cuidado que as pessoas tem para com os nossos seminaristas”, explica o sacerdote.

Atualmente a casa conta com 5 religiosos e 16 seminaristas e são eles os responsáveis pela produção das hortaliças, já que os trabalhos manuais fazem parte do processo formativo dos jovens candidatos à vida religiosa e sacerdotal. Para aprimorar o cultivo, o Seminário recebe apoio da Secretaria da Agricultura do Município e Emater-MG com orientações técnicas, desde o trabalho de compostagem até a forma melhor de cultivar os produtos.

A feirinha acontece toda quarta-feira, das 7h30 às 11h30, na Portaria do Seminário (Avenida Silvio Menicucci, 2415- Centenário). Informações pelo (35) 3822-4605 / 9964-3422.

A Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus é uma congregação religiosa clerical de direito pontifício da Igreja Católica Apostólica Romana, fundada pelo Padre Leão João Dehon. Presente em 38 países, os padres dehonianos, como são conhecidos no Brasil, atuam no apostolado paroquial, em obras sociais, missionariedade, comunicação, educação, formação religiosa e clerical.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).