Reforçando a tradição popular, Congado Nossa Senhora do Rosário realiza mais uma festa no Distrito do Rio das Mortes

Uma das mais tradicionais festas da comunidade do Rio das Mortes teve seu ápice no último final de semana, com grande participação de público. Centenas de pessoas foram até a igreja prestar suas homenagens, orações e agradecimentos à Virgem Maria, sob o título de Rainha do Rosário.

No dia maior da festa, o grupo de Congado Nossa Senhora do Rosário, com 343 anos de criação, movimentou o distrito com seu colorido, batuques sincronizados, cantorias e danças. A programação contou com celebrações de missas, apresentações culturais e procissão. A festa de Nossa Senhora do Rosário é uma oportunidade de renovar a devoção mariana e de agradecer pelos favores alcançados.

“É uma tradição que une os fiéis em oração e louvor, fortalecendo nossa fé e amor pela Virgem Maria. Essa festa é celebrada há mais de 300 anos pelo Congado. Uma tradição familiar que vem sendo passada de geração em geração. Esse grupo preza pela fé, pelos bons costumes e pela tradição de louvar a Deus e a Virgem Maria com cantigas católicas. Foi bonito ver a fé do povo, a emoção dos congadeiros e a participação maciça dos fiéis. Dom José Eudes presidiu a Santa Missa e recebeu uma homenagem belíssima dos congadeiros. Agradecemos ao Congado Nossa Senhora do Rosário pela organização e dedicação em realizar está festa tão bonita”, pontua o pároco, Padre Elissandro Campos.

O congado é um festejo popular afro-brasileiro mesclado com elementos religiosos católicos, com um tipo de dança dramática, celebrando a coroação do rei do Congo, em cortejo com passos e cantos, onde a música é a própria celebração. “O Congado para nós começa com a comunhão. Manter essa tradição é uma forma de compromisso com a fé e com os nossos antepassados”, destaca José Roberto, integrante do grupo.

Fotos: Pascom Rio das Mortes