Reunidos na Assembleia do CONSER, bispos do Regional Leste 2 elegem nova presidência e referenciais das Comissões Episcopais

Teve início com uma Santa Missa, na manhã de terça-feira, 30 de maio, a Assembleia do CONSER Leste 2. A assembleia, com a participação de arcebispos, bispos e administradores diocesanos de todo o Estado de Minas Gerais, reúne aproximadamente 40 pessoas na Casa de Retiros Santíssima Trindade.

Na manhã de quarta-feira, 31 de maio, os arcebispos e bispos iniciaram as atividades do dia com a celebração da Eucaristia, em seguida se reuniram no auditório, onde deram início as sessões de trabalho com os assuntos previstos em pauta. Entre os temas trabalhados estão: Repasse das arquidioceses e dioceses ao Regional; TEIA – Tribunal Interdiocesano de apelação; Proposta para a Assembleia do mês de novembro; Prestação de contas da Visita Ad Limina Apostolorum; Relatório de atividades realizadas dos últimos quatro anos (2º semestre de 2019 a 1º semestre de 2023); Cartilha com esclarecimentos sobre questões sindicais, a votação para criar novas Comissões e informes em geral.

No período da tarde de hoje, deve transcorrer as eleições para nova presidência do Regional Leste 2, composta por presidente, vice-presidente e secretário para os próximos quatro anos. Assim como na manhã de quinta-feira, 01º, que ocorreu as eleições para os bispos referencias das Comissões Episcopais.

Nova presidência do Regional Leste 2 da CNBB é eleita

Dom José Carlos de Souza Campos, arcebispo de Montes Claros (MG) foi reeleito na tarde desta quarta-feira, 31 de maio, como presidente do Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O episcopado do Estado de Minas Gerais também escolheu Dom Airton José dos Santos, arcebispo de Mariana (MG), como vice-presidente e Dom Joel Maria dos Santos, bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), como secretário. A eleição foi realizada durante a Assembleia do CONSER.

Dom José Carlos de Souza Campos – Nasceu em Itaúna (MG) em 03 de janeiro de 1968. Filho de José Pinheiro Campos e Piedade Souza Campos. Fez seu curso de mestrado em teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, de 2000 a 2002. Durante boa parte de sua vida exerceu o magistério. Foi professor em Belo Horizonte e Pará de Minas.

Em 2014 foi nomeado como bispo diocesano de Divinópolis (MG). No ano seguinte eleito como Secretário (2015-2019) e em 2019 foi eleito como presidente do Regional Leste 2.

Dom Airton José dos Santos – Nasceu em Bom Repouso, no Sul de Minas Gerais, no dia 25 de junho de 1956, primeiro dos sete filhos do casal José Julião dos Santos e Benedita Vieira da Fonseca. Cursou Filosofia no período de 1979 a 1981, nas Faculdades Associadas do Ipiranga (FAI), em São Paulo, obtendo o título de Bacharel em Filosofia com Licenciatura Plena. No ano seguinte, em 1982, ingressou no curso de Teologia da Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, no Ipiranga, em São Paulo.

Em 2012, o Papa Bento XVI nomeou Dom Airton como o 7º Bispo e 5º Arcebispo Metropolitano de Campinas. Após o Papa Francisco aceitar a renuncia ao governo pastoral da Arquidiocese de Mariana, apresentada por Dom Geraldo Lyrio Rocha, tendo completado 75 anos, Dom Airton foi nomeado arcebispo da Igreja Particular em 2018.

Dom Joel Maria dos Santos – Nasceu em 8 de fevereiro de 1966, em Belo Horizonte (MG). Filho de Noraldino Maria dos Santos e Luiza Izabel dos Santos. Possui formação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e Teologia pelo Instituto de Filosofia e Teologia Dom João Resende Costa, da mesma universidade, onde também cursou Psicologia. Tem especializações em Teologia Pastoral, Ciências da Religião e Hermenêutica Bíblica, todas pela PUC Minas.

Em 2021, o Papa Francisco o nomeou bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Bispos elegem os novos referenciais das Comissões Episcopais Pastorais do Regional Leste 2

Por meio de eleição, os arcebispos e bispos mineiros escolheram os novos referenciais das Comissões Episcopais Pastorais que estarão à frente de cada uma delas durante quadriênio (2023 – 2027).

Dom Roberto José da Silva, bispo de Janaúba, foi eleito para a Comissão para a Ação Missionária. Para estar à frente da Comissão para a Ação Social Transformadora, foi definida a reeleição de Dom Otacilio Ferreira de Lacerda, bispo de Guanhães, e de Dom Marco Aurélio Gubiotti, bispo de Itabira e Coronel Fabriciano, para a Comissão para a Animação Bíblico-Catequética.

Por sua vez, o responsável pela Comissão de Bens Culturais da Igreja terá Dom Geovane Luís da Silva, bispo nomeado para Divinópolis, como referencial. À frente da Comissão para a Comunicação foi eleito Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, bispo auxiliar de Belo Horizonte.

A nova Comissão para a Ecologia Integral e Mineração terá Dom Francisco Cota de Oliveira, bispo de Sete Lagoas como referencial. Já a Comissão para o Ecumenismo será comandada por Dom Cláudio Nori Sturm, O.F.M.Cap., bispo de Patos de Minas. Como referencial da Comissão para a Educação e Cultura, Dom Pedro Cunha Cruz, bispo da Campanha, foi reeleito para seu segundo mandato.

Também foi reeleito Dom José Eudes Campos do Nascimento, bispo de São João del-Rei, como referencial da Comissão para a Juventude e Dom Messias dos Reis Silveira, bispo de Teófilo Otoni, como referencial da Comissão para o Laicato.

O bispo de Paracatu, Dom Jorge Alves Bezerra, SSS, foi eleito referencial da Comissão para a Liturgia para o quadriênio 2023-2027. E o episcopado também elegeu Dom Nivaldo dos Santos Ferreira, bispo auxiliar de Belo Horizonte, como referencial da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada. E Dom Edson José Oriolo dos Santos, bispo de Leopoldina, foi reeleito para a Comissão para a Vida e Família.

Para a Cáritas, foi definido que Dom Darci José Nicioli, arcebispo de Diamantina, será o bispo referencial. Já para o Conselho Fiscal foram eleitos: Dom José Aristeu Vieira, bispo de Luz; Dom Antônio Carlos Felix, bispo de Governador Valadares e Mons. José Hamilton de Castro. E para o Conselho Permanente: Dom José Luiz Majella Delgado, arcebispo de Pouso Alegre; Dom José Lanza Neto, bispo de Guaxupé e Dom Pedro Cunha Cruz.

Informações: CNBB Leste 2