São-joanenses festejam São José, padroeiro dos trabalhadores

No Dia Internacional do Trabalho, milhares de brasileiros recorrem a São José Operário para fazer pedidos ou agradecimentos. Através da intercessão do santo, muitos buscam driblar a crise e conquistar uma vaga no mercado de trabalho. Em São João del-Rei não foi diferente. A paróquia dedicada ao santo, no bairro Tijuco, recebeu um grande número de pessoas para o dia maior da festa.

Segundo o pároco, padre Vinícius Campos, São José deve servir de modelo não só na caminhada de fé, mas no trabalho diário. “Devemos ser honestos e trabalhar com honestidade, em promoção da vida. Só conseguiremos dedicar nosso serviço a Deus se estivermos fazendo com amor”, explica o sacerdote. Na vasta programação, os fiéis puderam levar ás ruas, em procissão, a imagem do pai adotivo de Jesus, além de participar de diversas celebrações de missas durante todo o dia. Foram muitas as homenagens ao padroeiro dos trabalhadores.

José de Andrade seguiu com fé todo o trajeto e levando consigo um item especial: sua carteira de trabalho. “Ano passado eu fiz a novena pedindo que São José iluminasse meu caminho e me livrasse do desemprego e meu pedido foi atendido. Hoje venho para agradecer pelo trabalho que tem sustentado a minha família. Sou feliz, agradecido e devoto”, explica.

Quem também se uniu em agradecimento ao santo festejado foi Maria das Dores que está prestes a se aposentar. “Comecei a trabalhar muito cedo e, agora, completando os meus 62 anos, entrei com o pedido da minha aposentadoria. Conto com a proteção de São José para mais esta bênção em minha vida”.

Fogos, toalhas nas janelas, chuva de papel picado, foram muitas as manifestações devocionais ao santo. Maria do Rosário, por exemplo, dedica a preparar a fachada da casa há 32 anos. Segundo ela, é uma forma de agradecer ao santo as intercessões recebidas. “Esse costume começou com minha mãe e pretendo, junto com minha família, manter essa tradição. Sei que ele (São José) está sempre pertinho de nós. Senti isso quando minha mãe faleceu e confirmo isso todo o dia. Recebo muitas graças”. Além da decoração, a cabeleireira confeccionou bandeirinhas e distribui para todos os participantes. “Foi lindo ver o colorido para São José”, pontua a devota.

Na chegada do cortejo, Monsenhor Geraldo Magela recepcionou a imagem com preces e orações. O sacerdote reforçou a importância do exemplo do santo para os cristão. A programação terminou com benção do Santíssimo Sacramento e canto do Te Deum laudamos.

 

Fotos: Pascom Tijuco | Willian Carvalho