Seminaristas missionários realizam visita em Tiradentes e compartilha alegria e muita música

Uma visita mais que especial ocupou as ruas de São João del-Rei e Tiradentes nesta última semana. Com cânticos, orações e muita alegria, os seminaristas do Seminário Redemptoris Mater, de Brasília, atraíram os olhares de moradores e turistas das cidades. Os jovens, vindos de diversos países como Inglaterra, Nicaragua, Angola, Tanzania, Colombia, Argentina e Brasil.

Nessa semana da Páscoa, os vocacionados tem feito dias de espiritualidade em algumas cidades de Minas Gerais. Em grupos, fizeram meditações e puderam realizar um turismo pelas cidades.

Sobre os Seminários Redemptoris Mater

Os Seminários Redemptoris Mater não são seminários do Caminho Neocatecumenal, mas, como os ‘Estatutos’ e a ‘Regra de Vida’ dizem, são verdadeiros seminários diocesanos, que dependem do Bispo. Os alunos deste Colégio recebem a mesma formação teológica de outros Seminários diocesanos, fazem um ano de pastoral nas Paróquias como Diáconos e dois anos na Diocese como Presbíteros, antes que o Bispo possa enviá-los em missão.

Uma característica destes Seminários Redemptoris Mater é a internacionalização, que faz visível de maneira concreta a nova realidade anunciada pelo Cristianismo, na qual não há mais nem judeu, nem branco, nem negro, mas uma nova criação, um homem celeste, que mostra a natureza desses Seminários para todo o mundo, até os confins da terra. A experiência tem demonstrado que unir a formação presbiteral a um itinerário de iniciação à vida cristã, como é o Caminho Neocatecumenal, constitui uma grande ajuda para o amadurecimento psicológico, afetivo e humano dos candidatos (antes de serem presbíteros, são cristãos e, no caminho da fé, aprendem a comunhão, a obediência, a oração, o sentido da cruz, etc.). E, também, sobretudo, alia a missão ao serviço da Paróquia, já que o Caminho Neocatecumenal é um tempo de formação que se realiza na própria Paróquia como comunidades vivas, adultas e missionárias, unidas ao pároco e ao Bispo.