Seminaristas realizam Via Sacra no Morro do Cristo, em Juiz de Fora

Dando continuidade às praticas quaresmais no Seminário Diocesano São Tiago, ocorreu a Via-sacra no Morro do Cristo, em Juiz de Fora, na manhã desta segunda-feira, 20 de março. Essa prática piedosa da Igreja é recomendada, principalmente, durante o tempo da quaresma, como forma de percorrer a via dolorosa junto com Jesus no caminho do calvário em sua paixão, morte e ressurreição.

No processo formativo dos futuros presbíteros, a Via-Sacra ocorre como incentivo a imitar o Mestre que se entrega livremente à Cruz para realizar a vontade do Pai. “O caminho da Via-Sacra – conforme nos ensina Papa Bento XVI – é um convite feito a todos nós […] para contemplarmos Cristo crucificado a fim de termos a força de ultrapassar as dificuldades”.

 

Desse modo, a proposta dessa Via-Sacra foi de que cada seminarista preparasse as meditações dos passos de Jesus desde a sua condenação até o seu sepultamento, levando em conta a realidade da vida no seminário, em suas nuances e dificuldades.

Já a ideia de realizar a atividade no morro do Cristo vem da intenção de recordar o caminho de subida de Jesus até o alto do Gólgota, uma integração com a natureza e a beleza da criação, o percalço da caminhada e o encontro com o Cristo Redentor da humanidade.

Colaboração: Seminarista Jonas Maciel Assis