Série 7 Palavras: “ Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito”

A conduta e as atitudes na hora da morte geralmente refletem as atitudes demonstradas ao longo da vida. Jesus é um perfeito exemplo deste fato. Durante seus anos na Terra, ele se mostrou confiante e dependente do seu Pai. Ele orava constantemente e sempre se preocupava com a vontade do Pai. As orações das últimas horas antes de sua prisão e crucificação mostram seu desejo de estar, novamente, na presença do Pai.

Na cruz do Calvário, na hora de respirar pela última vez, ,“Então, Jesus clamou em alta voz: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito! E, dito isto, expirou”(Lucas 23:46).

Jesus foi rejeitado, traído e negado pelos homens, mas achou conforto e refúgio no Pai.

Confira a série “7 Palavras” com texto de Frei Almir Ribeiro Guimarães, OFM, e na voz do Vigário Geral da Diocese, padre Geraldo Magela da Silva.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).