Sete jovens vão ser ordenados diáconos pela Congregação dos Dehonianos, em Lavras

A Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus vai realizar em fevereiro a Profissão Perpétua e Ordenação Diaconal de sete jovens: Fr. Carlos Aloiso, SCJ, Fr. Carlos Antonio, SCJ, Fr. Giovane Chagas, SCJ, Fr. Lislay Maia, SCJ, Fr. Marcelo Lima, SCJ, Fr. Marcos Vinícius, SCJ e Fr. Renan Picheli, SCJ. Na cerimônia, os jovens vão professar perpetuamente os votos de Castidade, Pobreza e Obediência e ser ordenados diáconos a serviço do povo de Deus, pelas mãos de Dom José Eudes Campos do Nascimento, Bispo Diocesano de São João del-Rei.

No dia 29 de dezembro, três dos jovens se fizeram presentes na Cúria Diocesana para uma conversa com o bispo celebrante. Faltando pouco mais de um mês para a celebração, a expectativa se torna crescente. “A gente fica ansioso e muito feliz por estar cumprindo a vontade do Sagrado Coração de Jesus. É uma grande alegria realizar essa celebração em Lavras, junto da família, nos permitindo levar o coração de Jesus ao mundo e trazer o mundo para o coração de Deus”, pontua Renan Picheli da Silva, 31 anos, natural de Varginha, filho de Edval e Cleidivânia.

Também da cidade de Varginha, Giovane sentiu seu chamado vocacional bem cedo, ainda na infância. “Meu interesse surgiu participando da vida na comunidade, em Varginha, e com 12 anos fui convidado para conhecer o Seminário, me instigando a conhecer mais, viver uma experiência, e isso trilhou toda a caminhada. A proximidade dos padres dehonianos incentivou a minha vocação. O Ministério traz uma responsabilidade de serviço ainda maior. Espero corresponder a tudo aquilo que me é confiado”.

A celebração vai ter um significado ainda maior para Carlos Antônio. Natural da cidade de Lavras, o jovem teve sua vida entrelaçada aos trabalhos pastorais das Paróquias de Sant’Ana e Nossa Senhora Aparecida, servindo de grande incentivo para seu despertar vocacional. “Meu chamado surge enquanto criança, servindo na infância, sendo coroinha, MECE, sempre atuante no trabalho pastoral, mas fui estudar, me formei, trabalhei e, depois disso tudo, minha vocação se reacendeu e voltei a pensar nisso, me permitindo a viver esse processo no auge dos meus 30 anos. Hoje estou muito feliz em ser um religioso dehoniano e me tornar um Diácono da Igreja. Fico feliz pela celebração ser realizada na minha cidade natal e na Paróquia onde cresci e fui batizado. É uma expectativa muito boa e grande por causa de tudo isso”, destaca.

As cerimonias de Profissão Perpétua e Ordenação Diaconal vão acontecer nos dias 17 e 18 de fevereiro, respectivamente, sendo a primeira às 19 horas e a outra as 10 horas, ambas na igreja matriz de Sant’Ana, em Lavras.

Sobre a Congregação

A Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus é uma congregação religiosa clerical de direito pontifício da Igreja Católica Apostólica Romana, fundada pelo Padre Leão João Dehon. Presente em mais de 50 países, os padres dehonianos, como são conhecidos no Brasil, atuam no apostolado paroquial, em obras sociais, educação, comunicação, missionariedade, formação religiosa e clerical.

Fundada no ano de 1878, a congregação é caracterizada pelos votos de obediência, castidade e pobreza, observando-os segundo as normas destas Constituições. Ela cresceu e continua crescendo. Hoje são mais de 2.100 religiosos (bispos, padres, diáconos, irmãos e frates) espalhados em quase 50 países levando o grande Amor do Coração de Jesus. Inspirados na belíssima fé de padre Dehon e propagando a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

Celebrando neste ano de 2024 o centenário da presença dehoniana na cidade de Lavras, a congregação ainda realiza um trabalho referência na formação de jovens para a vida religiosa e sacerdotal através do Seminário Dehonista, além dos trabalhos e projetos sociais na Fazendinha do Padre Israel.