Tradição Cristã: Combate dos Sinos

Pode parecer inusitado mas uma das peculiaridades de São João del-Rei no período da quaresma é uma batalha, até então, barulhenta. Protagonizada pelos sinos de três igrejas históricas, a atração ganha, além da atenção, muitos significados.

O ato integra a Programação dos Passos e acontece no quarto domingo domingo da quaresma. Uma tradição de fé que atravessa gerações.

https://www.youtube.com/watch?v=Do445ayEm-s

Rodrigo Leandro da Silva é sineiro na Igreja do Rosário. Praticante da profissão há mais de 30 anos, ele recorda como surgiu toda essa paixão pelo instrumento litúrgico. “Morava nos arredores da Igreja Matriz (Catedral do Pilar) e, todo dia de manhã, observava aquele ‘negócio’ se movimentando no alto da igreja. Eu e meus irmãos ficávamos encantados”, recorda. Além de Rodrigo, a curiosidade invadiu toda a família. Seus cinco irmãos também encantaram pelo instrumento e tornaram sineiros.

Já não bastavam os irmãos, a paixão pelo sino também contagiou os sobrinhos de Rodrigo. Giovani e Vinícius não são sineiros por profissão, exercem outras funções, mas, quando chega dia festivo “logo querem dobrar os sinos”, conta Rodrigo que via Giovani, quando pequeno, repetir os gestos (feitos com o sino) em uma vassoura.“A gente incentiva, afinal, é uma forma de preservar a tradição, mas, como profissão é complicado. O salário é pouco. O que nos estimula mesmo é o amor pelo sino”, reforça Rodrigo.