Tradição Cristã: Os livros e seus registros

Uma forma de eternizar a tradição e reforça identidade cultural da Semana Santa em São João del-Rei. Livros como “Passio Domini” e a terceira edição do livro “Piedosas e Solenes Tradições de Nossa Terra” são exemplos de que o registro se torna cada vez mais aliado com a preservação.

Fruto do trabalho dos fotógrafos são-joanenses Adrianna Neves, Júnior Viegas e Olívia Lombardi, o projeto contou com diversos colaboradores. Um trabalho iniciado em 2013, após um convite do pároco, padre Geraldo Magela. “Nesse trabalho fazíamos tanto o registro dos momentos principais, quanto buscávamos novos ângulos a partir daquilo que se vê há mais de dois séculos. Assim, imaginamos um livro de arte, com as nossas melhores fotos. Levamos a ideia ao pároco da Catedral do Pilar, Padre Geraldo Magela, que não só apoiou como nos sugeriu trabalhar também na reedição do livro Piedosas e Solenes Tradições de Nossa Terra, que estava esgotado e precisava de nova impressão”, relembra Júnior Viegas.

Apaixonados pela cultura e religiosidade na cidade, os fotógrafos afirmam que esta paixão os motivou a encarar um trabalho tão dispendioso. “Queremos que essa riqueza seja conhecida e valorizada por todos, inclusive por muitos são-joanenses que ainda não a conhecem. O nosso desejo é que esses livros, o site e a exposição funcionem como instrumentos de preservação”, define Adrianna Neves.

Para os interessados em adquirir os livros, eles se encontram à venda no Museu de Arte Sacra, localizado na Praça Embaixador Gastão da Cunha, 08, ou na secretaria paroquial do Pilar. O livro reeditado “Piedosas e Solenes Tradições de Nossa Terra” está no valor de R$80. Já o “Passio Domini”, de conteúdo fotográfico, tem o valor de R$90.

27 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).