V Domingo do Tempo Comum

Ev Lc 5, 1-11

“Não tenhas medo, Pedro, de hoje em diante serás pescador de homens” (Lc 5, 10).

A narrativa do evangelho de hoje nos apresenta o encontro de Jesus com seus primeiros discípulos. Jesus precisava de pessoas que O ajudassem na missão. À beira do mar da Galiléia ele se encontra com os pescadores, que eram simples e trabalhadores. Haviam trabalhado muito durante toda a noite, mas não haviam tido bom resultado com a pesca. Jesus vai ao encontro de Pedro, pede-lhe que avance para águas mais profundas e lance as redes. A pesca foi maravilhosa e abundante. Precisaram da ajuda dos companheiros para trazer à beira da praia todos os peixes. Os pescadores Pedro, André, Tiago e João ficam espantados. Mas acolhem o convite de Jesus. Deixam seus trabalhos de pescadores para se tornarem pescadores de homens.

Os apóstolos foram colaboradores fiéis de Jesus Cristo. Conviveram com Ele. Foram ensinados nos Mistérios do Reino de Deus. Corresponderam ao apelo que lhes fizera Jesus Cristo e tornaram-se os primeiros responsáveis pela transmissão do Evangelho e dos ensinamentos de Jesus. Esta é a missão da Igreja também nos dias de hoje. Transmitir a Boa Nova, acolher os que crêem e constituir as comunidades cristãs. Para tudo isto a Igreja necessita de cristãos generosos e convictos no seguimento a Jesus Cristo.

Retomando a passagem do Evangelho e, na experiência da leitura orante que a Palavra nos inspira, rezemos este texto situando-nos como discípulos que também escutamos o convite de Jesus e saibamos deixar algo por mais importante que seja para seguirmos Aquele que se torna para nós o sentido maior de nossa vida!

Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).