XX Domingo do Tempo Comum

Ev Lc 12, 49-53

“Vós pensais que vim  trazer a paz sobre a terra? Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão”. (Lc 12, 51).

No evangelho Jesus está dizendo que não veio trazer a paz e sim a divisão. Isto porque ele exige uma opção. Optar pelo Evangelho, a boa nova do Projeto de Deus que  vem beneficiar os pobres, não é coisa pacífica. Seria simples se  Deus destinasse uns para serem pobres e trabalhar e outros para serem ricos, usufruir e dar esmolas. Mas Deus não faz assim Quem faz os ricos e os pobres somos nós mesmos. Por isso temos a responsabilidade de desfazer estas desigualdades gritantes no mundo em que vivemos. Fazer com que não haja pobres nem ricos, mas somente irmãos dispostos à solidariedade.

No segundo domingo do mês nossa atenção é para nossas famílias. Celebramos o Dia do Pai. Também nesta segunda semana a Pastoral Familiar da CNBB nos propõe realizar a “Semana da Família”. A vocação de ser pai de família para o homem e, de juntamente, com sua esposa, constituir uma família, é uma proposta sublime. Muitos homens entendem esta sua missão e procuram corresponder àquilo que se espera deles. Os desafios para se construir uma família nos dias de hoje, que correspondam à proposta de Deus e daquilo que deveria ser o mais natural possível para uma família ser feliz, são enormes. Vivemos uma mudança de época em que valores são questionados e a insegurança torna-se uma constante para os pais que desejam orientar bem sua vida familiar. Deste modo sugerimos aos pais e mães, que junto aos seus filhos, procurem encontrar seu caminho de uma vida familiar na vivência da fé, do diálogo, do respeito, da corresponsabilidade.

Você se sente feliz com a família que tem? Qual é seu lugar na família? De pai, de mãe, de filho ou de filha? A família é o melhor presente que recebemos da parte de Deus. Em momentos que celebramos datas importantes na família deveríamos olhar com muita sinceridade qual tem sido minha corresponsabilidade em fazer de meus familiares pessoas de bem com a vida!

D. Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).