Jovens escolhem ambientes naturais para realizar caminhadas e práticas quaresmais

A natureza sempre é um grande espaço para reflexões e aprofundamento na fé. Com o objetivo de recordar a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, muitos grupos juvenis optam por se aventurar em meio as trilhas da Serra São José e do Lenheiro, e partilhar de momentos de intensa espiritualidade. Uma oportunidade para aprofundar na fé, utilizando de um belo cenário natural para inspiração.

Segundo padre Jorge Wilsson, incentivar da prática, “a caminha até a serra é um momento importante para contemplar as maravilhas da natureza criada por Deus e é local propício para gerarmos um novo clima de oração que nos possibilite a vivenciar com mais afinco a nossa espiritualidade cristã. O jovem, com toda a sua energia e garra, é sempre motivado a encontrar ambientes inovadores para a manifestação da sua fé”, explica.

Neste fim de semana foi a vez dos integrantes dos grupos Jesc e Junfec, da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, fazerem sua caminhada de fé pelas trilhas da Serra do Lenheiro. O momento contou ainda com a exploração de pinturas rupestres, presentes na região.

Já nesse domingo, 07, o despertador irá apitar cedo para os integrantes dos grupos juvenis da Paróquia Senhor Bom Jesus de Matosinhos. a subida está programada para as 6 da manhã. Coordenadora da Juventude Missionária, Flavinha Nascimento vê tais eventos como uma forma de aproximar a juventude da Igreja e propor novas reflexões. “Entramos em contato com a natureza que é obra de Deus e, ao caminharmos, meditamos sobre nossas atitudes no dia a dia, além de se tornar uma oportunidade de confraternização entre os integrantes da paróquia. Acho que esses eventos conseguem alcançar e motivar pessoas que não estão muito assíduas na igreja”, destaca.

Pensamento similar de Mariana Costa, coordenadora do Vinde Vede. “Acho que eventos como esse ajudam no crescimento da nossa fé, a partir do momento que você esquece um pouco da correria cotidiana e entra em contato com a beleza natural da serra e suas paisagens. É uma oportunidade de encontrar se consigo mesmo e refletir sua fé, orar e estar em união com a natureza e as pessoas em sua volta”, explica a jovem.

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).