Paróquias celebram o Sagrado Coração de Jesus e reforçam a devoção através dos membros do AO

Com certeza você já deparou com alguém, durante a celebração litúrgica, com uma fita vermelha acetinada próximo ao pescoço. Se você não sabia o motivo, saiba que a pessoa é um membro do Apostolado da Oração (AO), um Movimento Eclesial, que procura viver a espiritualidade apostólica e Eucarística, brotada do Sagrado Coração.

O Apostolado da Oração é composto por leigos católicos cuja finalidade é a santificação pessoal e a evangelização, que se oferecem, de forma cotidiana, para a continuidade da obra de redenção.

“É necessário honrar a fita, porque ela simboliza o amor de Cristo por nós e também o compromisso que assumimos com Ele. A fita estreita é a fita do zelado, aquele que está começando a trilhar os caminhos do Apostolado. A larga é a do zelador, que busca novos caminhantes para ajudá-lo a servir”, explica o Diretor Espiritual do movimento na diocese, padre João Dantas.

Com a atual situação vivenciada por causa da pandemia, representantes do movimento celebraram na sexta-feira, 19, a festa do Sagrado Coração de Jesus.

Na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Prados, representantes do Movimento fizeram o desagravo da imagem do Sagrado Coração de Jesus.

Festa do Sagrado Coração de Jesus

A Igreja celebra a Festa do Sagrado Coração de Jesus na sexta-feira da semana seguinte à Festa de Corpus Christi. O coração é mostrado na Escritura como símbolo do amor de Deus. No Calvário o soldado abriu o lado de Cristo com a lança (João 19,34).

Jesus é a Encarnação viva do Amor de Deus, e seu Coração é o símbolo desse Amor. Por isso, encerrando uma conjunto de grandes Festas (Páscoa, Ascensão, Pentecostes, Santíssima Trindade, Corpus Christi), a liturgia leva a contemplar o Coração de Jesus.

Na Diocese de São João del-Rei, muitas paróquias realizaram transmissões de missa e conduziram momentos de oração e benção. Em Minduri, sudoeste de Minas-Gerais, a programação contou ainda com uma carreata pelas suas da cidade.

Em alguns lugares houve o desagravo da imagem de Jesus Cristo que ilustra uma reparação da ofensa sofrida em sua paixão e morte de cruz. O rito consiste na retirada da coroa de espinhos e na colocação da coroa dourada (ou de flores) como forma de reconhece-lo como Rei do Universo.

Na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, na cidade de Nazareno, a programação contou com uma live musical em homenagem a data que celebra o título de Cristo. Músicas como “Força e Vitória” e “Um Coração Para Amar” foram entoadas pelos jovens juntamente com o pároco, padre Fabio José Damasceno.

Live musical em honra ao Sagrado Coração de Jesus

Posted by Santuário Nossa Senhora de Nazaré on Friday, June 19, 2020

25 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).