São João del-Rei promove festa em honra a Nossa Senhora das Mercês

Foto: Eder Campos

A estação da primavera chega em São João del-Rei trazendo homenagens a mais bela rosa da cidade: Nossa Senhora das Mercês. Iniciada no dia 15 de setembro, a festa segue com grandes manifestações de fé até o dia 24.

Se olhar no dicionário, a palavra mercê possui diversos significados. Um deles diz que mercê é um favor, um benefício, podendo associar a Maria, que doa benefícios aos seus filhos, devotos. Outro significado já se remete a disposição que Maria de coloca diante de seus filhos, principalmente, na intenção de aproxima-los de Jesus Cristo.

Segundo a tradição, a Virgem Maria apareceu a São Pedro Nolasco, em Barcelona, dando-lhe a missão de libertar os cristãos cativos, transformando o trabalho que já fazia numa ordem religiosa que se espalhou por todo o mundo. A ordem chegou em São João del-Rei em 1740 e se intensificou no início do século XX, com a chegada da congregação para o serviço de saúde no Hospital Nossa Senhora das Mercês.

Até hoje a devoção ao título mariano é presente na vida dos são-joanenses. “A festa de Nossa Senhora das Mercês nos recorda esse importante dado da nossa fé: temos um Deus que é Pai amoroso e que não tolera a escravidão dos seus filhos. Mas, para libertá-los da escravidão, não quer agir sozinho. Essa festa pede de todos nós um renovado compromisso de conversão que implica em rompimento com o pecado e opção firme por viver na Graça de Deus”, pontuou o bispo diocesano de São João del-Rei, Dom José Eudes Campos do Nascimento, durante as festividades de 2019.

Segundo o bispo, é uma oportunidade para reforçar o compromisso de cristão. “Humildemente olhemos para a Virgem das Mercês, a Redentora dos cativos, e peçamos fervorosamente sua intercessão. Reconheçamos a nossa condição de pobres pecadores que precisam da redenção de Cristo. Peçamos a graça da vitória sobre aqueles pecados que mais nos escravizam”.

Promovido pela mesa administrativa da arquiconfraria de Nossa Senhora das Mercês a festa, este ano, terá como tema a Oração da Salve Rainha. Através das pregações executadas por bispo e religiosos, os fiéis serão convidados a refletir parte à aprte da oração mariana.

Segundo o pároco, padre Geraldo Magela, Maria está de braços abertos para acolher e abraçar a todos. “Quanta graça recebemos de Deus, por intermédio de Maria. Ela nos ajuda a fazer a defesa para o bem”, afirma.

A programação da festa consiste com a novena em honra a Nossa Senhora das Mercês que seguirá até o dia 23 com missas às 6h, 15h e 18h30, sendo a última seguida de novena solene. Todos os atos são celebrados na igreja de Nossa Senhora das Mercês com a participação reduzida dos fiéis. Para quem não conseguir fazer a retirada da ficha, uma as opções para acompanhar as celebrações é através das transmitidas ao vivo, seja pelos veículos de comunicação local ou pelo Facebook e Canal do YouTube da Catedral do Pilar.

O dia maior será no dia 24 de setembro. As celebrações das santas missas será às 6h, 8h, 13h, 15h, 17h e 19h. Ás 10 horas haverá missa solene presidida pelo bispo diocesano, Dom José Eudes Campos do Nascimento. Por ocasião da pandemia do Coronavírus, não haverá procissão, mas a igreja ficará aberta para visitação.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).