São João del-Rei promove festa em honra a Nossa Senhora das Mercês

Foto: Eder Campos

A estação da primavera chega em São João del-Rei trazendo homenagens a mais bela rosa da cidade: Nossa Senhora das Mercês. Iniciada no dia 15 de setembro, a festa segue com grandes manifestações de fé até o dia 24.

Se olhar no dicionário, a palavra mercê possui diversos significados. Um deles diz que mercê é um favor, um benefício, podendo associar a Maria, que doa benefícios aos seus filhos, devotos. Outro significado já se remete a disposição que Maria de coloca diante de seus filhos, principalmente, na intenção de aproxima-los de Jesus Cristo.

Segundo a tradição, a Virgem Maria apareceu a São Pedro Nolasco, em Barcelona, dando-lhe a missão de libertar os cristãos cativos, transformando o trabalho que já fazia numa ordem religiosa que se espalhou por todo o mundo. A ordem chegou em São João del-Rei em 1740 e se intensificou no início do século XX, com a chegada da congregação para o serviço de saúde no Hospital Nossa Senhora das Mercês.

Até hoje a devoção ao título mariano é presente na vida dos são-joanenses. “A festa de Nossa Senhora das Mercês nos recorda esse importante dado da nossa fé: temos um Deus que é Pai amoroso e que não tolera a escravidão dos seus filhos. Mas, para libertá-los da escravidão, não quer agir sozinho. Essa festa pede de todos nós um renovado compromisso de conversão que implica em rompimento com o pecado e opção firme por viver na Graça de Deus”, destacou o bispo diocesano de São João del-Rei, Dom José Eudes Campos do Nascimento, durante as festividades de 2019.

Segundo o bispo, é uma oportunidade para reforçar o compromisso de cristão. “Humildemente olhemos para a Virgem das Mercês, a Redentora dos cativos, e peçamos fervorosamente sua intercessão. Reconheçamos a nossa condição de pobres pecadores que precisam da redenção de Cristo. Peçamos a graça da vitória sobre aqueles pecados que mais nos escravizam”.

Promovido pela mesa administrativa da arquiconfraria de Nossa Senhora das Mercês a festa, este ano, terá como tema “Rostos de Maria, a amada Mãe das Mercês, no Novo Testamento”, dando sequencia a reflexão de 2019 quando se retratou a figura da Mãe de Jesus no Antigo Testamento. Através das pregações executadas por bispo e padres, os fiéis serão convidados a refletir a figura de pessoas que, assim como Maria, fizeram parte da história da Salvação.

Segundo o pároco, padre Geraldo Magela, Maria está de braços abertos para acolher e abraçar a todos. “Quanta graça recebemos de Deus, por intermédio de Maria. Ela nos ajuda a fazer a defesa para o bem”, afirma.

A programação da festa consiste com a novena em honra a Nossa Senhora das Mercês que seguirá até o dia 23 com missas às 6h, 15h e 18h30. Às 14h30 e 18h, atendimento de confissões. A novena solene acontece às 19h. Todos os atos são celebrados na igreja de Nossa Senhora das Mercês com restrição de participação dos fiéis. As celebrações vão ser transmitidas ao vivo pela Rádio Emboabas FM; Facebook e Canal do YouTube da Catedral do Pilar.

O dia maior será no dia 24 de setembro. As celebrações das santas missas será às 6h, 8h e 19h. Ás 10 horas haverá missa solene presidida pelo bispo diocesano, Dom José Eudes Campos do Nascimento. Por ocasião da pandemia do Coronavírus, não haverá procissão, mas a igreja ficará aberta para visitação das 13h às 18h.

25 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).