Paróquia de Ibituruna acolhe novos coroinhas

A paroquia São Gonçalo do Amarante, em Ibituruna, acolheu neste domingo o ingresso de novas crianças e adolescentes para o serviço de coroinha. A celebração contou com envio e benção das vestes.

Segundo o pároco, padre Admilson Paiva, antes da celebração houve um momento de estudo e preparação. “Após apaziguar um pouco a Pandemia, fizemos o convite para que as crianças assumisse o serviço de coroinha. Um pequeno grupo recebeu a formação e neste quarto domingo do Advento, foram apresentados a comunidade. Foi um momento bonito e alegre também para os pais. Que São Tarcísio interceda pelos coroinhas para que com alegria possam servir com amor”, explica.

O que é um Coroinha?

Coroinha ou “menino do coro” é uma criança ou adolescente batizado na Igreja Católica que auxilia o padre nas funções do altar. Esta função sempre foi realizada por meninos. Somente em 1994, São João Paulo II autorizou, através da encíclica Redemptionis sacramentum, que meninas também servissem ao altar.

Origem do termo

Como até o Concílio Vaticano II a Santa Missa era celebrada somente em latim, nem todos os fieis sabiam o idioma para responder as respostas da Santa Missa. Para isso, era formado um grupo de meninos devidamente preparados no latim para falar as respostas da liturgia. Estes meninos ficavam no Coro da Igreja. Daí então a origem do termo coroinhas ou meninos do Coro.

27 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).